Bi-set, super-set e tri-set - entendendo o que é cada um

Essas nomenclaturas são corriqueiras nos meios dos treinamentos com peso mas muitas vezes geram dúvidas em recém chegados. Vamos a elas!

O bi-set é a combinação de dois exercícios diferentes feitos sem descanso para o mesmo (ou partes do mesmo) grupamento muscular. Exemplo:
apoio no solo + supino inclinado - nesse caso, o sujeito fará o conjunto de repetições estipulado no apoio no solo e imediatamente irá para o supino inclinado. Só então concederá o descanso determinado antes de iniciar uma nova série.

O super-set se assemelha ao bi-set mas é caracterizado por usar grupamentos musculares antagônicos ou mesmo, de segmentos diferentes. Exemplos:
1 - Remada pronada + supino plano - nesse caso, o sujeito fará o conjunto de repetições estipulado na remada e imediatamente irá para o supino plano. Só então concederá o descanso determinado antes de iniciar uma nova série.
2 - Agachamento + puxada - nesse caso, o sujeito fará o conjunto de repetições estipulado no agachamento e imediatamente irá para a puxada. Só então concederá o descanso determinado antes de iniciar uma nova série.

O tri-set, como podem imaginar, é a combinação de 3 exercícios com uma série de cada feita sem intervalos.

No meu entendimento, o grande benefício desse tipo de treino é condensar os estímulos e assim fazer um treino mais curto. Bem, vocês podem imaginar que o trabalho cardiorrespiratório dessas séries, dependendo da escolha dos exercícios e manipulação das demais variáveis, é bastante intenso.

SHARE

Felipe Piacesi

Personal trainer. Se você está interessado em receber orientações individualizadas sobre como realizar seu treino de musculação, conheça o meu trabalho como coach.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário